Rio passa exigir comprovante de vacinação para entrar em bar, shopping e outros

Veja também
Digleison Silva
Digleison Silva
Digleison Silva é radialista, comunicador da Rádio Grande Rio 1560 AM. Aqui no Jornal RIO, ele escreve sobre política, esporte, emprego, tecnologia e entretenimento.

A Prefeitura do Rio de Janeiro publicou um decreto ampliando a exigência do comprovante de vacinação na capital. Com isso, os cariocas terão de comprovar que foi imunizado contra Covid-19 em outros espaços da cidade, incluindo táxis e carros de aplicativo.

Contudo, o decreto foi publicado nesta quinta-feira (02) e já começa a valer. A saber, o primeiro caso suspeito da Ômicron – variante do novo coronavírus – surgiu também nesta quinta.

Por conta disso, o “passaporte” (comprovante de vacina) fica obrigatório em: bares (áreas internas), lanchonetes, restaurantes e refeitórios; shoppings e centros comerciais; salões de beleza e centros de estética; hotéis, pousadas e aluguel por temporada; táxis e transporte por aplicativo.

COMPROVANTE – TÁXIS E CARROS DE APP

De acordo com o decreto publicado pela Prefeitura do Rio, os motoristas é quem terão a responsabilidade de fiscalizar, exceto se as companhias desenvolverem ferramentas próprias de fiscalização.

+ Carioca vence concurso de vagina mais bonita do Brasil

O ideal é que os aplicativos desenvolvam na plataforma essa exigência, mas o responsável é o motorista do táxi, ou do aplicativo. Ele pode recusar a corrida caso o passageiro não esteja vacinado”, disse o atual secretário de saúde da cidade do Rio, Daniel Soranz.

Mais Notícias

Spdm anuncia vagas para o Hospital Pedro II, em Santa Cruz

Emprego - A Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) está com o processo seletivo aberto para cargos...

Mais artigos como este

Spdm anuncia vagas em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio Abundância de Gracyanne Barbosa choca a web Frente fria histórica vai derrubar a temperatura no Brasil Coca-Cola e Grupo Macro abrem vagas no Rio Frente fria deixa Rio em estágio de mobilização