Um homem identificado como Felipe Moratti Gomes da Silva, ex-namorado de Tainá Romão, de 25 anos, foi preso pela Polícia, na noite deste domingo (04).

Segundo a jovem Tainá, esfaqueada enquanto seguia para o trabalho, no bairro de Jacarepaguá, na zona oeste do Rio, Felipe seria o autor de uma dezena de facadas contra ela.

A princípio, Felipe foi preso por Policiais da 32° DP. O caso segue sendo investigado pela Delegacia de Atendimento à Mulher e foi contado aqui no Jornal Rio. Relembre a história.

O pai de Tainá, Ailton Romão, previa uma tragédia porque, segundo ele, Felipe rondava a casa e perseguia a jovem.

Eu mesmo falei com ele, que no Rio de hoje, com muito assalto, ficar rondando a casa, ele corria o risco de alguém ceifar a vida dele. E depois ainda acharem que, por causa desse negócio que ele tinha com a Tainá, fui eu que mandei. Mas agora, meu sentimento é de alívio porque acredito na justiça, nas policiais Civil e Militar, que foram de excelência e nos deram um suporte tremendo, e no governo do estado. Quero que a justiça seja feita. Estou com  minha agora toda furada, traumatizada, com muito medo que ele saia e vá matá-la. Estava temeroso de que a justiça fosse feita pelas próprias mãos. Sei que ele tem um irmão gêmeo, que não pode pagar pelo que o outro fez. Então, queria que ele realmente fosse preso e pagasse pelo que fez”, afirma Ailton pai de Tainá.

Giselle Espírito Santo, delegada da DEAM de Jacarepaguá, falou que já ouviu Tainá e outras testemunhas para esclarecimento do caso.

É importante que nesses momentos, em episódios como esse a gente possa reforçar a importância da denúncia. Não só a vítima, mas como familiares e pessoas próximas podem e devem denunciar às autoridades policiais esses graves casos de violência contra a mulher”, disse delegada Giselle.

Siga-nos!