A Delegacia de Realengo (33° DP) está investigando uma série de vídeos que circulam nas redes sociais, em que cinco adolescentes aparecem sendo torturadas por traficantes da comunidade Nogueira, na Zona Oeste.

As imagens mostram as jovens chorando e tendo o cabelo cortado pelos criminosos, que dão risada e debocham da situação.

Em um dos vídeos, jovem esconde o rosto e chora enquanto tem as tranças cortadas
Em um dos vídeos, jovem esconde o rosto e chora enquanto tem as tranças cortadas (Foto: Reprodução)

De acordo com relatos de moradores, a tortura foi motivada por uma conversa encontrada em grupo de aplicativo de mensagens, onde uma das adolescentes faz comentários sobre o gerente do tráfico de drogas e da esposa dele.

O delegado Rodrigo Barros, responsável pelas investigações, mas disse que só irá se pronunciar depois que o caso for concluído.

Adolescente tem o cabelo cortado
Adolescente tem o cabelo cortado (Foto: Reprodução)