Início Rio de Janeiro O perigo do uso excessivo das redes sociais durante o isolamento social

O perigo do uso excessivo das redes sociais durante o isolamento social

0

Nas últimas semanas o “Homem Pateta” se tornou a mais nova ameaça nas redes sociais. Identificado como Jonatan Galindo ele usa imagens que remetem ao personagem Pateta, da Disney. O objetivo das páginas, segundo a polícia, é atrair menores para conversas privadas. Sendo assim, eles enviam mensagens assustadoras e fazem desafios, alguns deles com incentivo ao suicídio. O alerta foi emitido pela Polícia Civil de Santa Catarina, com isso, venho orientar a todos sobre o aumento de vulnerabilidade de crianças e adolescentes no ambiente virtual.

O que as pesquisas mostram:

De acordo com dados do Brasil Internet Exchange, o consumo de internet aumentou 20% no Brasil, desde o início da quarentena. Atualmente, 70% da população brasileira está conectada à internet, o que representa cerca de 126 milhões de pessoas. Dados da pesquisa realizada pela TIC Kids Online Brasil divulgada em 2017 apontam uma tendência no crescimento de crianças e adolescentes entre 9 e 17 anos na rede, sobretudo por meio de smartphones, aumentando assim a vulnerabilidade deste público.

Informação é a melhor prevenção!

Como Co-autora do projeto Protocolo de Segurança Escolar, quero deixar aqui a minha sugestão, com intuito de proteger nossas crianças e adolescentes de casos, como o que citei. Indico a leitura do livro “Manual de Segurança nas Instituições de Ensino”, com orientações e recomendações que vão além das salas de aula, estendendo aos responsáveis, familiares e profissionais da educação. O objetivo do Manual é prevenir e combater o bullying, cyberbullying e situações que coloquem nossos filhos em risco. Nas plataformas digitais como Amazon, Hotmart, Livrorama e Monetizze vocês encontram o livro, que com certeza vai acrescentar ainda mais na criação, educação e proteção de nossas crianças e adolescentes.

Luídia Ermelina é Pedagoga, atua na Educação de Magé há 10 anos.

Atuou como Especialista em Educação, Gestora Escolar, Assistente Pedagógica e atualmente, é Coordenadora do Protocolo de Segurança Escolar.

Co-autora do Projeto PSE integrado com uma equipe Multidisciplinar.

Sair da versão mobile