Eleições: Rui Falcão e Edinho assumem comunicação na campanha de Lula

Ex-presidente do PT e prefeito de Araraquara substituem o ex-ministro Franklin Martins

Veja também

O ex-presidente do PT e deputado federal Rui Falcão (SP) e o prefeito de Araraquara, Edinho Silva, vão coordenar a comunicação da campanha do  ex-presidente Lula em substituição ao ex-ministro Franklin Martins, que foi afastado de suas funções no PT.

O marqueteiro Sidônio Palmeira vai se reportar aos dois coordenadores. A decisão de escalar Rui e Edinho para dividir a função foi uma saída para contemplar as preferências de Lula e da presidente do PT e coordenadora geral da campanha, Gleisi Hoffmann.

O ex-presidente do PT era o nome favorito de Lula e o prefeito de Araraquara, o de Gleisi. Ainda não há uma definição sobre como será a divisão do trabalho entre eles e se serão promovidas novas mudanças na estrutura de comunicação.

Homem de confiança de Lula, Rui Falcão é jornalista e presidiu o PT entre 2011 e 2017. Já Edinho foi ministro da Comunicação Social no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff.

Franklin Martins deixou a coordenação da comunicação da campanha por causa de desgaste na relação com dirigentes do PT, principalmente com o secretário de Comunicação do partido, Jilmar Tatto.

A gota d ‘água para a sua saída se deu com a demissão do marqueteiro Augusto Fonseca, que havia vencido um processo interno de seleção comandado pelo ex-ministro. O partido não concordava com o valor pedido por Fonseca (R$ 45 milhões) e também houve descontentamento com as peças produzidas por ele para a propaganda partidária.

Mais Notícias

Spdm anuncia vagas para o Hospital Pedro II, em Santa Cruz

Emprego - A Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) está com o processo seletivo aberto para cargos...

Mais artigos como este

Spdm anuncia vagas em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio Abundância de Gracyanne Barbosa choca a web Frente fria histórica vai derrubar a temperatura no Brasil Coca-Cola e Grupo Macro abrem vagas no Rio Frente fria deixa Rio em estágio de mobilização