Rio de Janeiro – Uma jovem, moradora de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, pode ter contaminado outra jovem, de 22 anos, de Seropédica, com a variante Delta da Covid-19. Entenda mais sobre a contaminação pela variante delta.

Leia: Morador de rua ajuda jovem, de Santa Cruz, a voltar pra casa. Linda atitude!

A Secretaria de Saúde da cidade de Seropédica afirmou que a paciente teria visitado uma amiga que mora no bairro de Campo Grande e, após essa visita, teria testado positivo para a doença. Este, aliás, segundo a Secretaria, teria sido o único local, fora da cidade, visitado por ela.

A princípio, a cidade Seropédica informou que apura se outras pessoas, que tiveram em contato com a mulher, foram também contaminadas.

A comunicação sobre a possível contaminação, com origem em Campo Grande, foi enviada pela Secretaria de Estado de Saúde à Secretaria Municipal de Saúde do Rio. A pasta da cidade disse que está apurando o fato, de maneira paralela, com troca de informações.

Imediatamente após a comunicação, foi realizada a investigação epidemiológica no bairro e nos locais em que esta pessoa esteve presente. Nenhuma das pessoas que tiveram contato (todas relataram uso de máscara) apresentou Síndroma Gripal no período de 14 dias após o contato. A SMS esclarece que não foi informada pela SES RJ sobre a vinda da pessoa infectada com a covid-19 VOC Delta à cidade do Rio de Janeiro”, afirma SMS-RJ.

Assunto: Contaminação pela variante delta no Rio!