Rio – O retorno das aulas presenciais na capital fluminense, incluindo escolas público e privado, já tem data definida pela Secretaria Municipal de Educação do Rio.

A princípio, cerca de 1500 unidades de ensino voltarão a receber alunos sem ser preciso o rodízio e distanciamento entre as carteiras. No entanto, o retorno das aulas presenciais será direcionado somente para alguns grupos de alunos.

A Secretara Municipal de Educação definiu o retorno da seguinte maneira:

– 18 de outubro: alunos pré-escola (1°, 2°, 5° e 9° anos e estudantes do Programa Carioca 2, de aceleração do ensino, que corresponde cerca de 4 mil estudantes).

– 25 de outubro: 3°, 4°, 6°, 7° e 8° anos do ensino fundamental retornam às aulas presenciais; crianças das creches, alunos do EJA e das classes especiais.

Contudo, o uso de máscara para profissionais da educação e alunos continuará obrigatório. Além disso, cada escola do município recebeu cerca de R$ 50 mil para serem investidos em pequenas reformas e compras, para a volta dos alunos.

Leia: Nissan abrirá mais 578 postos de trabalho no Estado do Rio

Nós distribuímos máscaras para todos os nossos profissionais de educação, máscaras PFF2. Nós temos todos os nossos profissionais já imunizados, ou seja, com a segunda dose (…) Seguindo o protocolo sanitário, com uso de máscara, com a utilização de álcool em gel, tudo isso continuará sendo muito importante (…) Os nossos alunos têm dificuldades muito grandes hoje em ler, escrever, em outras disciplinas, isso devido ao impacto da pandemia”, disse o secretário ao RJ2.

E por falar em aulas presenciais, tá sabendo do novo certame da PC-RJ? Confira o conteúdo completo clicando aqui. O Temos Vagas RJ detalhou os principais pontos.