5 crianças vão para hospital após imitarem jogo da série Round 6

Alunos mais velhos de uma escola na França feriram alunos mais novos

Veja também

Um grupo de cinco crianças foi levado para um hospital na França, após ser ferido por alunos mais velhos que tentavam reproduzir um dos jogos da série sul-coreana Round 6, da Netflix.

O episódio ocorreu no colégio George-Sand, na região de Crégy-lès-Meaux, na França. Alunos do 3º ano do ensino fundamental foram “esmagados e pisoteados” por colegas mais velhos, do 8º ano, que tentavam reproduzir uma das cenas da série, em um dos corredores da escola.

A brincadeira reproduzida não foi revelada nem a identidade das crianças. A instituição de ensino confirmou ter iniciado três processos de expulsão dos alunos que iniciaram a simulação.

A série sul-coreana Round 6 se tornou a mais vista da história da Netflix. Com problemas financeiros, os personagens arriscam a própria vida para concluir desafios, que resultam em situações violentas, em busca de um prêmio em dinheiro.

NÃO É PARA CRIANÇAS
O conteúdo da série, que já é considerada um fenômeno, tem chamado a atenção de pais e de educadores de crianças e adolescentes, ainda que a classificação etária seja indicada para maiores de 16 anos.

Pedagogos, psicólogos, educadores e até o próprio autor da série já alertaram sobre a inadequação da série para o público infantil.

De acordo com o jornal britânico Guardian, mesmo crianças que não assistem à série propriamente dita têm tido acesso a imitações dos desafios do programa por meio do aplicativo de vídeos TikTok e de jogos de computador ou celular.

Mais Notícias

Spdm anuncia vagas para o Hospital Pedro II, em Santa Cruz

Emprego - A Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) está com o processo seletivo aberto para cargos...

Mais artigos como este

Temos Vagas RJ – Confira as vagas de emprego no Rio desta semana Spdm anuncia vagas em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio Abundância de Gracyanne Barbosa choca a web Frente fria histórica vai derrubar a temperatura no Brasil Coca-Cola e Grupo Macro abrem vagas no Rio